Maluma prepara lançamento de F.A.M.E
11/02/2018 - 7h40 em Novidades

Portal Sucesso*

Ao lado do porto-riquenho Luis Fonsi (co-autor e intérprete de Despacito), o colombiano Maluma foi o nome latino de maior destaque na música em 2017. O cantor de 24 anos, que em 2014 emplacou seu primeiro hit (La temperatura), realizou em 2017 sua mais abrangente tour internacional, com cerca de 150 concertos, em países da Europa (Espanha, Portugal, Holanda, França, Inglaterra etc.), América do Sul (Argentina, Colômbia, Chile, Uruguai e outros), América Central (Panamá, Costa Rica, República Dominicana etc.) e América do Norte (Estados Unidos, Canadá e México). Ampliou ainda mais seus números nas redes sociais – no total, são mais de 60 milhões, contabilizados Facebook, Instagram e Twitter, e plataformas digitais (só no YouTube, seus vídeos, juntos, alcançam mais de cinco bilhões de visualizações). Mais: voltou a participar como um dos coaches da edição mexicana do The Voice, cantou em eventos concorridíssimos, como as cerimônias do Latin GRAMMY e Billboard Awards e foi indicado (muitas vezes vencendo) a muitos prêmios. De fato, considerando o período de 12 meses, a performance de Maluma foi impressionante, destacou a Rádio Líder FM 104,9

No Brasil, o fenômeno se repete. Em 2017, ele esteve quatro vezes no país, realizando oito shows. Em abril, dividiu o palco com Anitta em quatro apresentações, no Rio e em São Paulo; em julho, foi atração da edição de Goiânia do Villa Mix, e em novembro retornou para cantar nas capitais paulista e fluminense, além de Brasilia. Tamanho êxito, obviamente, está relacionado à força e ao apelo comercial de suas músicas. Por aqui, de acordo com o presidente da Sony Music Brasil, Paulo Junqueiro, Felices los 4, single que o colombiano trabalhou durante todo 2017, vendeu mais de 150 mil cópias. “A música ficou oito semanas no Top 50 do Spotify. Aliás, o Brasil é um dos cinco mercados que mais consumiram Felices los 4 nas plataformas digitais”, continua Junqueiro.

O executivo ressalta que o cantor já vinha sendo trabalhado pela companhia antes mesmo da faixa Sim ou Não, gravada em parceria com Anitta, ganhar as rádios. “O início foi com Chantage (participação de Shakira), que chegou ao Top 10 das rádios e foi muito bem no ambiente digital. Acreditamos que a música latina está no momento certo de ser promovida no Brasil e a Sony vem sendo pioneira neste trabalho. Também acreditamos e trabalhamos para construir carreiras sólidas e não apenas sucessos momentâneos. Prova disso é o que acontece há tempos com Shakira e o que aconteceu em 2016 com o Enrique Iglesias, que alcançou platina com dois singles. Agora, Maluma segue pelo mesmo caminho”, afirma.

Até o final de fevereiro, a Sony Music deve lançar em nível mundial o novo disco de Maluma. Puxado por alguns singles disponibilizados no final do ano passado – caso de Corazón, versão para Você Partiu Meu Coração, hit de Nego do Borel, com participação do cantor brasileiro –, o álbum terá por título F.A.M.E. (Fé x Alma x Música x Essência). “Estou gravando um disco global, mas sem perder o ritmo que tem identificado minha carreira, o reggaeton”, diz Maluma, cujo último projeto, Pretty Boy Dirty Boy, foi lançado em outubro de 2015. Assim que o produto chegar às lojas e plataformas digitais, Maluma incluirá viagens promocionais em meio à sua agenda de shows da temporada 2018, que começa em março, pelos Estados Unidos. “Em princípio, ele deve voltar ao Brasil assim que F.A.M.E. chegar ao mercado. Será a primeira de várias vezes que estamos programando trazê-lo neste ano”, diz Junqueiro, que não descarta a possibilidade do colombiano, nessas visitas, voltar a gravar parcerias com outros nomes da Sony Music Brasil. Aliás, ele aproveita para adiantar que Borel terá sua carreira trabalhada no exterior neste ano, aproveitando a visibilidade que o funkeiro vem ganhando por conta da divulgação de Corazón.

Além da citada versão para o sucesso de Borel – o videoclipe traz a participação do cantor carioca e do ex-craque Ronaldinho Gaúcho –, deverão entrar no set list do projeto três singles postados por Maluma nas plataformas digitais no final de novembro – GPS (parceria com o rapper americano French Montana), Vitamina (que traz a participação do também rapper americano Arcangel) e 23. Além destas, devem entrar no repertório a faixa Hola, gravada pelo rapper americano Flo Rida com participação de Maluma, além de um novo dueto com a conterrânea Shakira.

CURTA-METRAGEM

Também no final do ano, Maluma lançou na web um curta-metragem intitulado X-The film. Com 27 minutos de duração e produção primorosa, assinada pela Sony, o filme foi rodado na cidade natal do artista, Medellin, com direção de Jessy Terrero. Várias cenas foram filmadas na favela Comuna 13, hoje pacificada. O enredo, que se confunde com a própria história do astro, fala de um jovem (Juan Luis, nome verdadeiro de Maluma) que gosta de futebol, de música e de passear de moto, desfrutando de sua vida na cidade junto com os amigos, até conhecer uma garota pela qual se apaixona. Porém, a relação tem problemas devido ao crescimento da carreira artística do jovem e ao excesso de compromisso que ela impõe. Ao longo do tempo e do filme, Juan aprende que a música pode levá-lo a conhecer o mundo.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!